Impactos da educação física escolar na escolha dos(as) discentes por um estilo de vida fisicamente ativo fora da escola

José Wilson Felipe dos Santos, Diego Francisco da Silva

Resumo


Este estudo consistiu numa pesquisa de delineamento transversal que buscou avaliar o perfil de atividade física dos(as) discentes de duas instituições públicas de ensino, bem como, a partir do aspecto motivacional, conhecer a influência das aulas de Educação Física Escolar na escolha dos(as) discentes em atividades físicas fora do contexto escolar. Foram utilizados o Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ) e o Questionário de Atividade Física Fora da Escola (QAFFE). Com isso, o estudo identificou que a maioria dos jovens foram classificados como “ativo” e “muito ativo” (83,33% na escola de referência e 66,66% na escola de aplicação), e que grande parte dos(as) estudantes consideram que as aulas de Educação Física influenciam na escolha de atividades físicas fora do contexto escolar (75% na escola de referência e 66,66% na escola de aplicação).

Palavras-chaveAtividade física. Educação física. Escola. Motivação.


Texto completo:

PDF

Referências


BRANDOLIN, Fábio; KOSLINSKI, Mariane Campelo; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves. A percepção dos alunos sobre a educação física no ensino médio. Rev. Educ. Fís/uem, [s.l.], v. 26, n. 4, p. 601-610, 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Educação física. Brasília: Ministério da Educação, 1998.

DARIDO, Suraya Cristina. A Educação Física na escola e o processo de formação dos não praticantes de atividade física. Rev. bras. Educ. Fís. Esp., São Paulo, v. 18, n. 1, p. 61-80, jan./mar. 2004.

DARIDO, Suraya Cristina. Educação física na escola: conteúdos, suas dimensões e significados. In: Caderno de formação: formação de professores didática geral. Universidade Estadual Paulista. Pró-Reitoria de Graduação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012. p. 51-75, v. 16.

DRESCH, Franciele et al. Nível de atividade física de escolares da rede pública de ensino de um município do rio grande do sul. Revista Brasileira de Promoção da Saúde, Fortaleza, v. 26, n. 3, p. 365-371, 2013.

FERMINO, Rohério César; RECH, Cassiano Ricardo; HINO, Adriano Akira Ferreira; AÑES, Ciro Romelio Rodriguez; REIS, Rodrigo Reis. Atividade física e fatores associados em adolescentes do ensino médio de Curitiba. Brasil. Rev Saúde Pública, 2010;44(6):986-95.

FONTES et al. participação nas aulas de educação física: uma questão de obrigação ou motivação? In: VIII Congresso Sulbrasileiro de Ciências do Esporte, 8., 2016, Criciúma. Anais. Criciúma: Secretarias do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, 2016. p. 1 - 5. Disponível em: http://congressos.cbce.org.br/index.php/8csbce/2016sul/paper/viewfile/8249/4462. Acesso em: 28 mar. 2019.

GALLAHUE, D. L.; OZMUN, J. C. Compreendendo o desenvolvimento motor: bebês, crianças, adolescentes e adultos. 3ª ed. São Paulo: Editora Phorte, 2005.

MARCHINI, Amanda de Campos; ARMBRUST, Igor. Educação Física e sua influência fora da escola: opinião de alunos do Ensino Médio. Coleção Pesquisa em Educação Física - v.11, n. 4, 2012 - ISSN: 1981-4313.

OLIVEIRA, Jonnathan Salles Franco de. Fatores motivacionais nas aulas de Educação Física Escolar do Ensino Médio. 2016. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) – Departamento de Educação Física, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Folha Informativa nº 385 – fevereiro de 2014. Disponível em: http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs385/en/.em: Acesso em: 8 maio 2017.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Recomendações globais sobre atividade física para a saúde, 2011. Disponível em: http://www.who.int/dietphysicalactivity/factsheet_recommendations/en/. em: Acesso em: 17 maio 2017.

PEREIRA, Raquel Stoilov; MOREIRA, Evando Carlos. A participação dos alunos do Ensino Médio em aulas de Educação Física: algumas considerações. R. da Educação Física/UEM Maringá, v. 16, n. 2, p. 121-127, 2. sem. 2005.

PERNAMBUCO. Governo do Estado. Secretaria de Educação. Parâmetros para a Educação Básica do Estado de Pernambuco: Parâmetros curriculares de Educação Física, Ensino Fundamental e Médio. Recife: Secretaria de Educação-PE, 2013.

PUJOL, Luan Abel Pereira. O afastamento dos alunos das aulas de Educação Física no Ensino Médio: estudo de caso do Colégio Estadual Júlio de Castilhos. Porto Alegre: UFRGS, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts