Letramento e formação do professor de língua portuguesa: políticas, perspectivas e tensões

Ivan Vale de Sousa

Resumo


Este estudo propõe algumas reflexões referentes ao processo de formação e letramento do professor de Língua Portuguesa como língua materna à luz das políticas, perspectivas e tensões nos contextos de ensino, a partir de Justina (2004), Borges (2004), Kleiman (2006) entre outros, com a finalidade de discutir o conceito de letramento e suas contribuições no contexto socioeducativo; destacar a função das políticas linguísticas na formação inicial e continuada de professores; apresentar as perspectivas e tensões no exercício da docência e refletir sobre a atuação do professor na função de agente propositor de letramento. Assim, estes apontamentos compartilham das contribuições de estudiosos que ampliam as discussões subjacentes à formação e à profissionalização do Ser professor de Língua Portuguesa.

Palavras-chave: Letramento do professor. Formação inicial e continuada. Políticas linguísticas.


Texto completo:

PDF

Referências


BAGNO, Marcos; RANGEL, Egon de Oliveira. Tarefas da educação linguística no Brasil. In: Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 5, n. 1. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais/ Faculdade de Letras, 2005. Disponível em: www.scielo.br. Acesso em: 30 mar. 2017.

BORGES, Cecília Maria Ferreira. O professor da educação básica e seus saberes profissionais. Araraquara: JM Editora, 2004.

BRASIL. Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica – PARFOR. Brasília, DF: Ministério da Educação/Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, 2010. Disponível em: www.capes.gov.br. Acesso em: 15 fev. 2017.

JUSTINA, Eliege Wernke Niehues Dela. Nível de letramento do professor: implicações para o trabalho com o gênero textual em sala de aula. In: Linguagem em (Dis)curso. Tubarão, v. 4, n. 2, p. 349-370, jan./jun. 2004. Disponível em: www.portaldeperiodicos.unisul.br. Acesso em: 20 jan. 2017.

KLEIMAN, Angela Bastos. Ação e mudança na sala de aula: uma pesquisa sobre letramento e interação. In: ROJO, Roxane Helena Rodrigues. (Org.). Alfabetização e letramento: perspectivas linguísticas. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1998.

KLEIMAN, Angela Bastos. Professores e agentes de letramento: identidade e posicionamento social. In: Filologia Linguística Portuguesa, n. 8, p. 409-424, 2006. Disponível em: www.revistas.usp.br. Acesso em: 20 jan. 2017.

NÓVOA. Antônio. Professores: imagens do futuro. Lisboa: Educa, 2009.

PARECER CNE/CES 0079/2002. Qual é a diferença entre o mestrado acadêmico e o mestrado profissional? Publicado: terça, 29 novembro -0001, 20:53, última atualização: segunda, 22 jun., 2015, 11:11. Disponível em: http://www.capes.gov.br/acessoainformacao/perguntas-frequentes/avaliacao-da-pos-graduacao/7419-mestrado-profissional. Acesso em: 1º mar. 2017.

ROJO, Roxane Helena Rodrigues. O letramento na ontogênese: uma perspectiva socioconstrutivista. In: ROJO, Roxane Helena Rodrigues. (Org.). Alfabetização e letramento: perspectivas linguísticas. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1998.

ROJO, Roxane Helena Rodrigues. Alfabetização e letramentos múltiplos: como alfabetizar letrando? In: RANGEL, Egon de Oliveira; ROJO, Helena Rodrigues. (Orgs.). Língua Portuguesa: ensino fundamental. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010.

SILVA, Wagner Rodrigues. Reflexão pela escrita no estágio supervisionado da licenciatura: pesquisa em linguística aplicada. Campinas, SP: Pontes Editores, 2014.

SOUSA, Ivan Vale de. Multiletramentos e práticas pedagógicas. In: ARTFACTUM: Revista de Estudos em Linguagem e Tecnologia. Ano VII, nº 02, 2015. Disponível em: http://artefactum.rafrom.com.br/index.php?journal=artefactum&page=article&op=view&path[]=766&path[]=499. Acesso em: 20 dez. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts