A alegoria dos laboratórios: linguística gerativa e a unidade das línguas verbais

Carlos Vinícius Silva, Gisela Márcia Miarelli Pardini

Resumo


O presente trabalho pretende, a partir de concepções teóricas gerativistas apresentadas por Chomsky (2009), Kenedy (2013) e Mioto, Figueiredo Silva e Lopes (2007), discutir a ideia da existência de uma única e abrangente língua humana que engloba todos os idiomas e dialetos verbais existentes. Para promover essa discussão, este texto embasa-se em um argumento autoral composto por um experimento hipotético, chamado de alegoria dos laboratórios, que, por meio da exacerbação de fenômenos linguísticos empiricamente detectáveis, defende um ponto de vista que afirma serem todas as línguas passíveis das mesmas regras, desde que haja predisposições, estímulos e condicionamento para a inserção de uma característica linguística externa em uma cultura, o que, ao final de uma construção lógica, resultaria na unidade de todas as línguas existentes. Além disso, para corroborar a ideia proposta pela alegoria, serão discutidos fenômenos reais e concepções teóricas a ela relacionados, de modo que a proposta deste artigo fundamente-se em um raciocínio sólido e, por conseguinte, cientificamente aceitável.

Palavras-chave: A alegoria dos laboratórios. Linguística gerativa. Unidade das línguas faladas.


Texto completo:

PDF

Referências


CHOMSKY, Noam. Linguagem e mente. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

CORREA, Letícia Maria Sicuro. Aquisição da linguagem: Uma retrospectiva dos últimos trinta anos. D.E.L.T.A., v. 15, n. especial, pp. 339-383, 1999. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/delta/v15nspe/4022.pdf. Acesso em: 7 fev. 2019.

FERRONI, Roberta. Estratégias utilizadas por aprendizes de línguas afins: a troca de código. Trabalhos em Linguística Aplicada.. Campinas, v. 51, n. 2, p. 319-339, dez. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tla/v51n2/a04v51n2.pdf. Acesso em: 9 fev. 2019.

KENEDY, Eduardo. Curso básico de linguística gerativa. São Paulo: Contexto, 2013.

MARINHO, Luana dos Santos Castro. Letras vernáculas: língua latina – EAD. Ilhéus, BA: UAB/UESC, 2011. Disponível em: https://www.yumpu.com/pt/document/read/12764033/letras-vernaculas-lingua-latina-ead-uesc/5. Acesso em: 8 fev. 2018.

MIOTO, Carlos; FIGUEIREDO SILVA, Maria Cristina; LOPES, Ruth Elizabeth. Novo manual de sintaxe. 3. ed. Florianópolis: Insular, 2007.

MORRISON, Carlos D. Code-switching. In: Encyclopædia Britannica, 2017. Disponível em: https://www.britannica.com/topic/code-switching. Acesso em: 11 fev. 2019.

PEREIRA, Dulce. Crioulos de base portuguesa. In: História da Língua Portuguesa em linha. Disponível em: http://cvc.instituto-camoes.pt/hlp/geografia/crioulosdebaseport.html. Acesso em: 11 fev. 2019.

PERINI-SANTOS, Pedro. Por que Chomsky está errado? Scripta. Belo Horizonte, v. 8, n. 16, p. 203-215. 1º sem. 2005. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/13917/10941. Acesso em: 12 fev. 2019.

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE LETRAS E LINGUÍSTICA, 13., 2011, Uberlândia. Anais […]. Uberlândia: EDUFU, 2011. Disponível em: http://www.ileel.ufu.br/anaisdosilel/pt/arquivos/silel2011/1268.pdf. Acesso em: 4 fev. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts