Avaliação de genótipos de milho: adaptabilidade, estabilidade e estratificação ambiental

Flávio Sérgio Afférri, Michel Antônio Dotto, Edmar Vinicius de Carvalho, Joênes Muci Peluzio, Lucas Alves de Faria

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar a adaptabilidade e estabilidade para a produtividade de grãos de genótipos de milho de ampla base genética, bem como realizar sua estratificação ambiental. Os dados foram obtidos de 24 ambientes distintos, adquiridos por meio da combinação de data de semeadura vs. dose de nitrogênio em cobertura vs. cobertura morta, com a avaliação de 12 genótipos de milho de ampla base genética. Os estudos foram conduzidos nas safras 2012/13 (12) e 2013/14 (12) no município de Gurupi – TO. O comportamento (adaptabilidade e estabilidade) dos genótipos foi avaliado através da média geral, coeficientes de determinação (R2) e de regressão linear (β) e desvios da regressão (σ). O estudo de estratificação ambiental foi feito pelo método tradicional, pela avaliação da interação significativa entre os ambientes, e a dissimilaridade ambiental pela decomposição da interação em fração simples e complexa. O genótipo AL BANDEIRANTE apresentou comportamento imprevisível (σ ≠ 0). Os genótipos UFT2 e BRS GORUTUBA apresentaram adaptação específica a ambientes favoráveis (β > 1), com produtividade acima da média (> 74 g planta-1). Os genótipos UFT5, UFT6 e BR 205 apresentaram ampla adaptabilidade (β = 1) e comportamento previsível (σ = 0). A estratificação ambiental revelou a formação de 31 grupos distintos, indicando variações nos ambientes estudados. Por fim, os ambientes de estudo poderiam ser resumidos a condições de semeadura de safrinha com baixa disponibilidade de nitrogênio e diferentes tipos de cobertura morta, na avaliação de genótipos de ampla base genética.

Palavras-chave: Adaptação. Interação. Populações. Variedades. Zea mays L.


Texto completo:

PDF

Referências


CARGNELUTTI FILHO, A.; GUADAGNIN, J. P. Sufficient number of experiments for the adaptability and stability analyses of maize using the Eberhart and Russell method. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 53, n. 6, p. 673-683, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2018000600003. Acesso em: 18 nov. 2019.

CARVALHO, E. V.; AFFERRI, F. S.; PELUZIO, J. M.; SANTOS, W. F.; BICUDO, S. J. Adaptabilidade na produção de massa verde e grãos de genótipos de milho no Tocantins. Revista Ciência Agronômica, v. 45, n. 4, p. 856-862, 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1806-66902014000400025. Acesso em: 18 nov. 2019

CHANDEL, U.; GULERIA, S. K.; SUDAN, R. S.; KUMAR, D. Genotype By Environment Interaction and Stability Analysis for Maize Hybrids in North Western Himalayas Ecology. Maydica, v. 64, n. 1, p. 7, 2019.

COSTA, R. V.; SIMON, J.; COTA, L. V.; SILVA, D. D.; ALMEIDA, R. E. M.; LANZA, F. E.; LAGO, B. C.; PEREIRA, A. A.; CAMPOS, L. J. M.; FIGUEIREDO, J. E. F. Yield losses in off-season corn crop due to stalk rot disease. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 54, e00283, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1678-3921.pab2019.v54.00283. Acesso em: 18 nov. 2019.

COTRIM, M. F.; FARIAS, F. J. C.; CARVALHO, L. P.; TEODORO, L. P. R.; BHERING, L. L.; TEODORO, P. E. Environmental stratification in the brazilian cerrado on the yield and fiber quality of cotton genotypes. Bioscience journal, v. 35, n. 5, p. 1349-1355, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14393/BJ-v35n5a2019-42259. Acesso em: 18 nov. 2019.

CRUZ, C. D.; CASTOLDI, F. Decomposição da interação genótipo x ambiente em partes simples e complexa. Revista Ceres, v. 38, n. 219, p. 422-430, 1991.

CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J. Modelos biométricos plicados ao melhoramento genético. Viçosa-MG: Imprensa universitária, 2007. 480p.

EBERHART, S. A.; RUSSEL, W. A. Stability parameters for comparing varieties. Crop science, v. 6, n. 1, p. 36-40, 1966. Disponível em: http://dx.doi.org/10.2135/cropsci1966.0011183X000600010011x. Acesso em: 18 nov. 2019.

FANCELLI, A. L.; DOURADO NETO, D. Produção de milho. Guaíba: Agropecuária, 2000. 360p.

FARIA, S. V.; LUZ, L. S.; RODRIGUES, M. C.; CARNEIRO, J. E. S.; CARNEIRO, P. C. S.; LIMA, R. O. de. Adaptability and stability in commercial maize hybrids in the southeast of the State of Minas Gerais, Brazil. Revista Ciência Agronômica, v. 48, n. 2, p. 347-357, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/1806-6690.20170040. Acesso em: 18 nov. 2019.

FERRARI, M.; CARVALHO, I. R.; PELEGRIN, A. J.; NARDINO, M.; SZARESKI, V. J.; OLIVOTO, T.; ROSA, T. C.; FOLLMANN, D. N.; PEGORARO, C.; MAIA, L. C.; SOUZA, V. Q. Path analysis and phenotypic correlation among yield components of soybean using environmental stratification methods. Australian Journal of Crop Science, v. 12, n. 2, p. 192-202, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.21475/ajcs.18.12.02.pne488. Acesso em: 18 nov. 2019.

GARBUGLIO, D. D.; GERAGE, A. C.; ARAUJO, P. M.; FONSECA JÚNIOR, N. S.; SHIOGA, P. S. Análise de fatores e regressão bissegmentada em estudos de estratificação ambiental e adaptabilidade em milho. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 42, n. 2, p. 183-191, 2007. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0 100-204X2007000200006. Acesso em: 18 nov. 2019.

GARBUGLIO, D. D.; FERRIRA, D. F.; ARAÚJO, P. M.; GERAGE, A. C.; SHIOGA, P. S. Comparison of multivariate methods for studying the G×E interaction. Semina: Ciências Agrárias, v. 36, n. 6, p. 3499-3516, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n6p3499. Acesso em: 18 nov. 2019.

LIN, C.S. Grouping genotipes by a cluster method directly related to genotype-environment interaction mean-square. Theoretical and Applied Genetics, v. 62, n. 3, p. 277-280, 1982. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1007/BF00276251. Acesso em: 18 nov. 2019.

MASTRODOMENICO, A. T.; HAEGELE, J. W.; SEEBAUER, J. R.; BELOW, F. E. Yield Stability Differs in Commercial Maize Hybrids in Response to Changes in Plant Density, Nitrogen Fertility, and Environment. Crop Science, v. 58, p. 230-241, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.2135/cropsci2017.06.0340. Acesso em: 18 nov. 2019.

MATTA, L. B.; CRUZ, C. D.; SANTOS, I. A.; CARVALHO, C. G. P.; BORBA FILHO, A. B.; ALVES, A. D.; Optimum environment number for the national sunflower trials network. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 42, e42792, 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4025/actasciagron.v42i1.42792. Acesso em: 18 nov. 2019.

MIJONE, A. P.; NOGUEIRA, A. P. O.; HAMAWAKI, O. T.; MAES, M. L.; PINSETTA JUNIOR, J. S. Adaptability and stability of corn hybrids in the off season across various agricultural regions in Brazil. Genetics and Molecular Research, v. 18, n. 3, gmr18193, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4238/gmr18193. Acesso em: 18 nov. 2019.

OLIVEIRA, T. R. A.; CARVALHO, H. W. L.; COSTA, E. F. N.; CARVALHO FILHO, J. L. S. Correlation among adaptability and stability assessment models in maize cultivars. Australian Journal of Crop Science, v. 11, n. 5, p. 516-521, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.21475/ajcs.17.11.05.p304. Acesso em: 18 nov. 2019.

OLIVEIRA, T. R. A.; CARVALHO, H. W. L.; OLIVEIRA, G. H. F.; COSTA, E. F. N.; GRANIVA, G. A.; SANTOS, R. D.; CARVALHO FILHO, J. L. S. Hybrid maize selection through GGE biplot analysis. Bragantia, v. 78, n. 2, p. 166-174, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1678-4499.20170438. Acesso em: 18 nov. 2019.

PACHECO, C. A. P.; SILVA, H. D.; SANTOS, M. X.; GUIMARÃES, P. E. O.; PARENTONI, S. N.; GAMA, E. E. G.; ESCAPIM, C. A.; MEIRELLES, W. F.; CARVALHO, H. W. L.; VIEIRA JÚNIOR, P. A. V. Environmental stratification based on a 28 X 28 diallel of open-pollinated maizes varieties. Crop Breeding and applied biotechnology, v. 8, n. 3, p. 259-264, 2008. Disponível em: http://dx.doi.org/10.12702/1984-7033.v08n04a01. Acesso em: 18 nov. 2019.

PACHECO, R. M.; DUARTE, J. B.; BRANQUINHO, R. G.; SOUZA, P. I. D. M. Environmental stratifications for soybean cultivar recommendation and its consistency over time. Genetics and Molecular Research, v. 16, n. 3, gmr16039693, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4238/gmr16039693. Acesso em: 18 nov. 2019.

RIBEIRO, J. Z.; ALMEIDA, M. I. M. Estratificação ambiental pela análise da interação genótipo x ambiente em milho. Pesquisa Agropecuária Brasileira. v. 46, n. 8, p. 875-883, 2011. Disponível em: http://dx.doi.or g/10.1590/S0100-204X2011000800013. Acesso em: 18 nov. 2019.

SANTOS, D. C.; PEREIRA, C. H.; NUNES, J. A. R.; LEPRE, A. L. Adaptability and stability of maize hybrids in unreplicated multienvironment trials. Revista Ciência Agronômica, v. 50, n. 1, p. 83-89, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/1806-6690.20190010. Acesso em: 18 nov. 2019.

UATE, J. V.; NUVUNGA, J. J.; SILVA, C. P.; GUIMARÃES, L. J. M.; VON PINHO, R. G.; BALESTRE, M. Genetic progress, adaptability and stability of maize cultivars for value of cultivation and use trials. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 41, e42624, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4025/actasciagron.v41i1.42624. Acesso em: 18 nov. 2019.

VAN EEUWIJK, F. A.; BUSTOS-KORTS, D. V.; MALOSETTI, M. What Should Students in Plant Breeding Know About the Statistical Aspects of Genotype x Environment Interactions? Crop Science, v. 56, n. 5, p. 2119-2140, 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.2135/cropsci2015.06.0375. Acesso em: 18 nov. 2019.

VASCONCELOS, E. S.; REIS, M. S.; SEDIYAMA, T.; CRUZ, C. D. Produtividade de grãos, adaptabilidade e estabilidade de genótipos de soja de ciclos precoce e médio. Semina: Ciências Agrárias, v. 36, n. 3, p. 1203-1214, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5433/1679-0359.2015v36n3p1203. Acesso em: 18 nov. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts