Composição de um repositório de dados e amostras biológicas: um relato de uma experiência com populações Quilombolas do Brasil Central

Sabrina Guimarães Paiva, Maria de Nazaré Klautau-Guimarães, Silviene Fabiana de Oliveira

Resumo


A vulnerabilidade engloba formas diferentes de exclusão e dentro desse contexto se encontram as comunidades quilombolas. Durante o período de escravidão no Brasil, diversos tipos de movimentos de resistência foram observados entre os escravizados, sendo os mais comuns a fuga, o abandono e o refúgio em regiões geograficamente semi-isoladas. Com esse processo, foram formadas comunidades com origem relacionada à presença do escravo africano chamadas quilombos, que na atualidade são chamadas de comunidades quilombolas. Algumas ainda são semi-isoladas, localizadas em áreas rurais de difícil acesso, enquanto outras já foram inseridas em áreas urbanas, porém todas são marcadas pela vulnerabilidade social e econômica. Ressalta-se a importância dos aspectos éticos e epidemiológicos para maior compreensão dos problemas em populações quilombolas e que representam preceitos básicos para a elaboração de instrumentos na construção de políticas públicas. Dessa forma, o presente trabalho buscou descrever a experiência da composição de um repositório de indicadores sociodemográficos, laboratoriais e genéticos destinados à formulação de novas pesquisas envolvendo três populações quilombolas do Brasil Central. Os resultados apontaram que a criação do repositório de amostras permitiu ter material armazenado em condições ideais e de fácil acesso para estudos adicionais, evitando a subutilização de amostras obtidas em campo. O presente relato espera contribuir para o conhecimento de causa no processo de produção de mecanismos de acesso que possam evidenciar tais populações no tocante às políticas públicas e de assistência às comunidades quilombolas e demais comunidades socialmente vulneráveis.


Palavras-chave


Quilombo. Repositório. Brasil. Saúde.

Texto completo:

PDF

Referências


ALONSO, M.A.; IGLESIAS, F.J.D.A. (2), CASTELLÓ, J.C. ; GRANDE, L. F.; CARRANZA, J. H.; GUTIÉRREZ, J.J.; ARRIBAS, M.C.M.; URANGA, A.M.; ROS, T.P.; MARTÍNEZ, M.J.S.; TERRACINI, B. Recomendaciones sobre los aspectos éticos de lascolecciones de muestras y bancos de materiales humanos con fines de investigación biomédica. Revista Española de Salud Publica, v. 81, n.2, p.95-111, 2007.

AMORIM, C. E.; GONTIJO, C.C.; FALCÃO-ALENCAR, G.; GODINHO, N.M.; TOLEDO, R.C.; PEDROSA, M.A.; LUIZON, M.R.; SIMÕES, A.L.; KLAUTAU-GUIMÃRAES, M.N.; OLIVEIRA, S.F. Migration in Afro-Brazilian rural communities: crossing demographic and genetic data. Human Biology, v.83, n.4, p. 509-521, 2011.

BAJOTTO, A.P.; GOLDIM, J.R. Consentimento informado: cuidados para o recrutamento de populações vulneráveis. Rev. bioética. (Impr.) v. 20, n. 2, p.226-31, 2012.

COELHO, L.B. A Comunidade Pé do Morro em Aragominas-TO. Governo do Tocantins Secretaria da Cidadania e Justiça. Superintendência de Proteção dos Direitos Humanos (material enviado pela Fundação Cultural Palmares), 2010.

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE. Resolução CNS n. 441, de 12 de maio de 2011. Diário Oficial, Brasília, DF. [2011] Disponível em: https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2011/Reso441.pdf. Acesso em: 10 ago. 2019.

CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE . Resolução CNS n. 466, de 12 de dezembro de 2012. Diário Oficial, Brasília, DF. [2013]. Disponível em: Acesso em: 10 ago. 2019.

COSTA, C.R.R. Aspectos éticos no uso de biobanco e biorepositório na pesquisa científica. Semana Acadêmica: Revista Científica. ISSN 2236-6717. Fortaleza, ano MMXVII, Vol. 01, Nº. 108, 2017.

DECRETO Nº. 6.040, de 7 de fevereiro de 2007 Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2007/Decreto/D6040.htm. Acesso em: 10 ago. 2019.

GONTIJO, C.C.; GUERRA AMORIM, C.E. ; GODINHO, N.M.; TOLEDO, R.C.; NUNES, A; SILVA, W.; DA FONSECA MOURA, M.M.; DE OLIVEIRA, J.C.; PAGOTTO, R.C.; KLAUTAU-GUIMARÃES, M.N.; DE OLIVEIRA, S.F. Brazilian quilombos: A repository of ameríndian alleles. American Journal of Human Biology, v.26, n.2, p.142-150, 2014.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2010 Características da População e dos Domicílios Resultados do Universo. Rio de Janeiro, 2011.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br, - Acesso em: 1º dez. 2014.

LANDER, E. S. Initial impact of the sequencing of the Human genome. Nature. v.470, p.187-96, 2011.

MARMOT, M. Social determinants of health inequalities. The Lancet, v.365, n.9464, p. 1099-1104, 2005.

MEEGEN-SILVA, A. C. Kalunga: identidade étnica de uma comunidade remanescente de quilombos. Dissertação (Mestrado em Antropologia Cultural) Vrije Universiteit. Amsterda, Holanda, 1999.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria n. 2.201, de 14 de setembro de 2011. Diretrizes Nacionais para Biorrepositório e Biobanco de Material Biológico Humano com Finalidade de Pesquisa. Diário Oficia, Brasília, DF. Sep 15, v. 1, p. 40-42, 2011.

OLIVEIRA, S.F.; DOS SANTOS, E.B.; DE SOUZA MENDONÇA, P.J.; DA CRUZ ROCHA, D.C.; DOS SANTOS, S.E. Group‐specific component (GC) in Curiaú and Pacoval, two African‐derived Brazilian populations. American Journal of Human Biology, v.13, n.6, p.718-720, 2001.

OLIVEIRA, S. F., PEDROSA, M. A. F., SOUSA, S. M., MINGRONI-NETTO, R. C., ABE-SANDES, K., FERRARI, I., BARBOSA, A. A., AURICCHIO, M., KLAUTAU-GUIMARÃES, M. Heterogeneous distribution of HbS and HbC alleles in Afro-derived Brazilian populations. International Jounal of Human Genetics, v.2, n.3, p.153-159, 2002.

OLIVEIRA, Gerson Alves de. Os posseiros e a luta pela terra na região do Bico do Papagaio 1964-1985: modernização e tradição (Mestrado em Ciências Sociais)- Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) -UNESP, Marília, São Paulo, 2010.

PAIVA, Sabrina Guimarães. Fatores de risco para doenças cardiovasculares em quilombos contemporâneos do Brasil Central: parâmetros demográficos, socioeconômicos, ancestralidade genética e saúde. 2017. 269 f., il. Tese (Doutorado em Biologia Animal) - Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

PAIVA, S.G., GONTIJO, C. C., GONTIJO, R. C., MADRIGAL, Lorena; KLAUTAU-GUIMARÃES, M. N., OLIVEIRA, S. F. Migration in Brazilian Afro-descendants communities: a new approach to illustrate the meaning of contemporary quilombo. Black Brazilian Researchers Association (ABPN) Journal. Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), [S.l.], v. 12, n. 32, p. 188-208, abr. 2020. ISSN 2177-2770. Disponível em: http://www.abpnrevista.org.br/revista/index.php/revistaabpn1/article/view/737. Acesso em: 17 jun. 2020.

RIBEIRO, G. G., DE LIMA, R. R., WIEZEL, C. E., FERREIRA, L. B., SOUSA, S. M., ROCHA, D. M., CANAS MDO, C., NARDELLI-COSTA, J., KLAUTAU-GUIMARAES MDE, N., SIMOES, A. L., & OLIVEIRA, S. F. Afro-derived Brazilian populations: male genetic constitution estimated by Y-chromosomes STRs and AluYAP element polymorphisms. American Journal of Human Biology, v.21, n.3, p.354-356, 2009.

RIBEIRO, G. G. B. L., ABE-SANDES, K., BARCELOS, R. D. S. S., KLAUTAU-GUIMARÃES, M. D. N., JUNIOR, W. A. D. S., & OLIVEIRA, S. F. Who were the male founders of rural Brazilian Afro-derived communities? A proposal based on three populations. Annals of human biology, v.38, n.2, p.237-240, 2011.

ROESSELER, B.J.; STENECK, N.H., CONALLY, L. The MICHR genomic DNA biolibrary: an empirical study of the ethics of biorepository development. Journal of Empirical Research on Human Research Ethics. v.10, n.1, p.37-48, 2015.

SAÚDE, M. Mais saúde: direito de todos: 2008-2011: Editora do Ministério da Saúde Brasília, 2008.

SOARES, A. A. Kalunga: o direito de existir (questões antropológicas e jurídicas sobre REMANESCENTES de quilombo). Brasília: Fundação Palmares, 1995.

SOUZA-JÚNIOR, P. R. B. D., FREITAS, M. P. S. D., ANTONACI, G. D. A., SZWARCWALD, C. L. Desenho da amostra da Pesquisa Nacional de Saúde 2013. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 24, n.2, p. 207-216, 2015.

SZWARCWALD, C. L., MALTA, D. C., PEREIRA, C. A., VIEIRA, M. L. F. P., CONDE, W. L., SOUZA JUNIOR, P. R. B. D., DAMACENA, G. N., AZEVEDO, L. O., SILVA, G., THEME FILHA, M. M. Pesquisa Nacional de Saúde no Brasil: concepção e metodologia de aplicação, v.19, n.2, p.333-342, 2014.

VELHO, O. G. Frente de expansão e estrutura agrária: estudo do processo de penetração numa área da Transamazônia. Rio de Janeiro, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts