Contribuição socioeconômica da sub-bacia hidrográfica do rio Caiapó para o município de Marianópolis do Tocantins

Danielma Silva Maia, Antonio Adeluzio Gomes Azevedo, Camila Ribeiro Costa, Girlene Figueiredo Maciel

Resumo


A bacia hidrográfica Tocantins-Araguaia tem uma área de 960 mil km² e possui um desmembramento que deu origem à sub-bacia do Rio Caiapó, que apresenta uma área de 5.382,1 km2. A sub-bacia do Rio Caiapó está inserida em uma região que tem uma demanda de uso de seus recursos, com predominância nas atividades de abastecimento populacional, dessedentação animal e incumbência agropecuária. O estudo tem como finalidade uma explanação breve do comportamento hidrológico da sub-bacia hidrográfica do Rio Caiapó e a apresentação das diferentes contribuições que manifesta na cidade de Marianópolis-TO. Os resultados nos possibilitaram entender a dinâmica social da sub- bacia em relação aos seus elementos físicos e bióticos, compreendendo sua extensão, geologia e topografia, e também sua relação com o meio social, justificada pelos principais usos desta.


Palavras-chave


Bacias hidrográficas. Marianópolis. Rio Caiapó.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Wellmo dos Santos et al. Análise do uso da terra, da cobertura vegetal e da morfometria da bacia do Ribeirão Douradinho, no sudoeste de Goiás, Brasil. Revista Brasileira de Geografia Física, [s. l.], v. 12, n. 3, p. 1093-1113, 2019.

BAYER, M. A problemática ambiental e os recursos hídricos na alta e média bacia do rio Araguaia. In: BAYER, M. Dinâmica do transporte, composição e estratigrafia dos sedimentos da planície aluvial do rio Araguaia. 2010. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais) – Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2010. p. 11.

BESSA, F. G. N et al. Conservação da biodiversidade e uso múltiplos das águas da bacia hidrográfica do rio Tocantins: uma análise crítica. Rev. de Ciências Ambientais, v. 5, n. 2, p. 59-76, 2011.

CARDOSO, D. R.; MARCUZZO, N. F. F. Estudo da morfologia areal da bacia do Rio Araguaia utilizando MDE ASTER. Rev. Geoaraguaia, Barra do Garças, v. 1, n. 2, p. 69-76, ago./dez. 2011.

CIDADE BRASIL. Munícipio de Marianópolis do Tocantins. Marianópolis, maio 2019. Disponível em: https://www.cidade-brasil.com.br/municipio-marianopolis-do-tocantins.html. Acesso em: 26 jul. 2019.

CNRH. Anexo I da Resolução n. 32, de 15 de outubro de 2003. Brasília: CNRH, 2003. Disponível em: http://www.ceivap.org.br/ligislacao/Resolucoes-CNRH/Resolucao-CNRH%2032.pdf. Acesso em: 8 jun. 2020.

DEXTRO, R. B. Ecossistemas Lênticos. InfoEscola, [s. l.], 2018. Disponível em: https://www.infoescola.com/biomas/ecossistemas-lenticos/. Acesso em: 23 jul. 2019

EMPRESA TOCANTINENSE DE TECNOLOGIA. Estudo de impacto ambiental: Centro de Recepção de Visitantes do Pólo Ecoturístico do Cantão. Palmas: SEPLAN, 1999.

FRAGA, M. S.; FERREIRA, R. G.; SILVA, F. B.; VIEIRA, N. P. A.; SILVA, D. P.; BARROS, F. M.; MARTINS, I. S. B. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do Rio Catolé Grande, Bahia, Brasil. Nativa, Sinop, v. 2, n. 4, p. 214-218, out./dez. 2014.

GOMES et al. Uso do geoprocessamento para análise de parâmetros da qualidade da água: estudo de caso na bacia hidrográfica do Rio Piracicaba-MG. Revista Brasileira de Geografia Física, [s. l.], v. 10, n. 3, p. 812-825, 2017.

GOMES, P. E. Avaliação da Degradação Hídrica na Bacia Hidrográfica Tocantins Araguaia. Anuário do Instituto de Geociências, Rio de Janeiro. v. 41, n. 3, p. 503-513, 2018.

IBGE. Cidades e Estados. Araguacema. [S. l.], 2019. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/to/araguacema.html. Acesso em: 8 jun. 2019.

IBGE. Cidades. Marianopólis do Tocantins. [S. l.], 2018. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/to/marianopolis-do-tocantins/panorama. Acesso em: 8 jun. 2019.

LORENZON, A. S.; DIAS, H. C.; TONELLO, K. C. Escoamento superficial da água da chuva em um fragmento florestal de Mata Atlântica, Viçosa-MG. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, Viçosa, v. 5, n. 1, p. 50-58, jul. 2015.

MACHADO, P. J. O.; TORRES, F. T. P. Introdução à hidrogeografia. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

MMA. Controle e prevenção do desmatamento. [Brasília]: MMA, 2014. Disponível em: http://mma.gov.br/florestas/controle-e-prevenção-do-desmatamento. Acesso em: 6 jul. 2020.

MARINHO A. H. P.; VIOLA M. R. Regionalização de vazões no médio curso d’água da bacia hidrográfica do Rio Araguaia. In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 10., 2014, Palmas. Anais [...]. Palmas: UFT, 2014. Disponível em: http://eventos.uft.edu.br/index.php/sic/X/paper/viewFile/1136/560. Acesso em: 8 jun. 2020

MENDES, A. T. Delimitação da bacia hidrográfica do Rio Santo Antônio pela ferramenta de delimitação automática TauDEM. Revista Brasileira de Geografia Física, [s. l.], v. 11, n. 3, 2018. Disponível em: file:///C:/Users/Danielma/Downloads/234278-122478-1-PB.pdf. Acesso em: 6 jun. 2020

MRS ESTUDOS AMBIENTAIS. Plano de Gestão da Área de Proteção Ambiental -

APA - Ilha do Bananal.Cantão - TO. Vol. I, Diagnóstico, Vol. II, Zoneamento ambiental,

Vol. 3, Programas ambientais. Brasília, 2000.

OLIVEIRA, C. de L et al. Avaliação das características morfométricas e fisométricas da bacia hidrográfica do Rio Caiapó no Estado do Tocantins. In: FÓRUM LATINO-AMERICANO DE ENGENHARIA E SUSTENTABILIDADE, 14., 2016, Brasília. Anais [...]. Brasília: ENEEAmb, 2016. Disponível em: http://conferencias.unb.br/index.php/ENEEAmb/ENEEAmb2016/paper/viewFile/4940/1207. Acesso em: 2 jun. 2019.

PASTORELLI H. J. Aspectos de gestão integrada de bacias hidrográficas: o caso da área urbana da microbacia hidrográfica do córrego Água Boa do município de Dourados (MS), Brasil. Rev. Cidades Comunidades e Territórios, [s. l.], v. 37, 2018. Disponível em: file:///C:/Users/Danielma/Downloads/cidades-901.pdf. Acesso em: 6 jul. 2020.

PESSOA, F. S.; FAÇANHA, A. C. Impressões sobre a bacia hidrográfica urbana e gestão compartilhada. InterEspaço, Grajaú, jul./dez. 2015. Disponível em: http://oaji.net/articles/2015/2390-1445882176.pdf. Acesso em: 8 jun. 2020.

ROCHA, P. C.; SANTOS A. A. Análise hidrológica em bacias hidrográficas. Rev. Mercator, Fortaleza, v. 17, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1984-22012018000100225&lng=en&nrm=iso#:~:text=No%20estudo%20dos%20recursos%20h%C3%ADdricos,exut%C3%B3rio%20e%20a%20%C3%A1gua%20evapotranspirada. Acesso em: 6 jul. 2020

SEAGRO. Seagro recebe e apoia produtores de Marianópolis e região. Palmas, 2014. Disponível em: https://seagro.to.gov.br/noticia/2014/1/10/seagro-recebe-e-apoia-produtores-de-marianopolis-e-regiao/. Acesso em: 8 jun. 2020

SILVA, A. M.; MELLO, C. R. Apostila de Hidrologia. Universidade Federal de Lavras, 2008.

SILVA, A. R.; SILVA, M. F.; SANTOS, L. C. A. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do Rio Cacau (MA). Revista Percurso – Nemo, v. 6, n. 2, p. 141-153, 2014.

SILVA, G. C.; ALMEIDA, F. de P.; ALMEIDA, R. T. S.; MESQUITA, M.; JÚNIOR ALVES, J. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do riacho Rangel- Piauí, Brasil. Enciclopédia Biosfera, v. 15, n. 28, p. 244-258, 2018.

SILVEIRA, A.L.L. Ciclo hidrológico e bacia hidrográfica. In: TUCCI, C.E.M. (org.). Hidrologia: ciência e aplicação. São Paulo: EDUSP, 2001. p. 35-51.

SOUZA, F. C. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do rio Ivaí-Paraná. Rev. Geoambiente On-line, Jataí, n. 29, jul./dez. 2017. Disponível em: file:///C:/Users/Danielma/Downloads/50602-Texto%20do%20artigo-212627-1-10-20180111.pdf. Acesso em: 6 jul. 2020.

TOCANTINS. Portaria NATURATINS nº 124, de 06 de abril de 2017. Palmas, abr. 2017. Disponível em: https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=342122. Acesso em: 20 jun. 2019

TUCCI, C. E. M. Hidrologia: ciência e aplicação. 3. ed. Porto Alegre: ABRH, 2004

TUNDISI, J. G.; SHASKRABA, M. Theoretical reservoir ecology and its applications. São Carlos: Brazilian Academy of Sciences International Institut of Ecology and Backhuuis Publishers, p. 585, 1999.

VILLELA, S. M.; MATTOS, A. Hidrologia aplicada. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1975. p. 245.

YASSUDA, E. R. Gestão de recursos hídricos: fundamentos e aspectos institucionais. Rev. Adm. Púb., v. 27, n. 2, p. 5-18, 1993.




DOI: http://dx.doi.org/10.47236/2594-7036.2020.v4.i4.217-229p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts Crossref Similarity Check