A utilização de resíduos das agroindústrias de suco de abacaxi para a produção de bromelina

Layane Alves Ferreira

Resumo


O abacaxi é um fruto que pertence à família das bromeliáceas. Pode ser cultivado em qualquer região de clima tropical. É bem aceito em todo o mundo, tanto na sua forma natural quanto industrializado. Os países que mais se destacam na produção desta fruta são os Estados Unidos, o Brasil, a Malásia, Taiwan, México e as Filipinas. Este fruto de sabor adocicado e ácido é responsável pela obtenção da bromelina, enzima encontrada em diferentes partes do abacaxizeiro, sendo encontrada nas folhas, caules, suco do fruto, cascas e resíduos industriais. A bromelina se destaca não só por fazer parte do conjunto das proteases como também pela sua variedade de aplicações que vem desde as áreas farmacêuticas, de alimentos até a de cosméticos. Pode-se mencionar seu uso no amaciamento de carnes, na clarificação de cervejas, na fabricação de queijos, no preparo de alimentos dietéticos, no pré-tratamento de soja, no tratamento do couro, na indústria têxtil, no tratamento da lã e da seda. O Brasil possui trabalhos de pesquisa sobre obtenção de bromelina, no entanto necessita ainda de muitas informações a respeito desta; assim, este artigo de revisão busca trazer informações que irão auxiliar pesquisas futuras acerca desta enzima.

Termos para indexação: abacaxi, bromelina, resíduos agroindustriais, proteases

The use of residues from pineapple juice agro-industries for the production of bromelain

Pineapple is a fruit that belongs to the family of bromeliads. Can be grown in any tropical climate region. It is well accepted throughout the world, both in its natural form as industrialized. The countries that stand out in the production of this fruit are the United States, Brazil, Malaysia, Taiwan, Mexico and the Philippines. This sweet tasting fruit and acid is responsible for obtaining the bromelain, an enzyme that is found in different parts of the pineapple plant, found in the leaves, stems, fruit juice, peel and industrial waste. Bromelain stands out not only to be part of the group of proteases in addition to its variety of applications coming from pharmaceutical areas, from food to cosmetics. It may be mentioned its use in softening meat, the clarification of beers in cheesemaking, in the preparation of dietetic foods, pre-treatment of soybeans in the treatment of leather, textile, wool and the treatment of silk. Brazil has some research papers to obtain bromelain, however still needs a lot of information about this, so this review article seeks to provide information which will assist us in future research.

Index terms: pineapple, bromelain, agro-industrial waste, proteases 


Texto completo:

PDF

Referências


ABÍLIO, G. M. F.; HOLSCHUH, H. J.; BORA, P. S.; OLIVEIRA, E. F. de. Extração, atividade da bromelina e análise de alguns parâmetros químicos em cultivares de abacaxi. Rev. Bras. Frutic. v. 31, n. 4, p. 1117-1121, 2009.

BALDINI, V.L.S.; IADEROZA, M.; FERREIRA, E.A.H.; SALES, A.M.; DRAETTA, I.S. e GIACOMELLI, E.J. Ocorrência da bromelina e cultivares de abacaxizeiro. Colet. Inst. Tecnol. Alimentos, v. 23, n.1, p. 44-55, 1993.

BORRACINI, H. M. P. Estudo do processo de extração da bromelina por micelas reversas em sistema descontínuo. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Engenharia Química) - Faculdade de Engenharia Química, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2006.

CÉSAR, A. C. W. Análise de viabilidade econômica de um processo de extração e purificação da bromelina do abacaxi. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Engenharia Química) - Faculdade de Engenharia Química, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

GODOI, P. H. Estudo da atividade enzimática da bromelina pura em solução em diferentes temperaturas e pH. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Engenharia Química) - Faculdade de Engenharia Química, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007.

HARRACH, T. et al. Isolation and Characterization of Two Forms of an Acidic Bromelain Stem Proteinase. Journal of Protein Chemistry, v. 17, n. 4, p. 351-361, 1998.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Produção Agrícola Municipal – PAM. Rio de Janeiro: IBGE, 2009, p. 93.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Produção Agrícola Municipal – PAM. Rio de Janeiro: IBGE, 2013, p. 93.

JOO, H.S.; CHANG, C.S.; KUMAR, C.G. Oxidant and SDS-stable alkaline protease from Bacillus clausii I-52: production and some properties. Journal of Applied Microbiologhy, Oxford, UK, v. 95, p. 267-272, 2003.

KETNAWA, S.; CHAIWUT, P.; RAWDKUEN, S. Pineapple Wastes: A Potential Source for Bromelain Extraction. Food and Bioproducts Processing, v. 90, p. 385-391, 2012.

KOH, J.; KANG, S.M; KIM, S.J.; CHA, M.K. KWON, Y.J. Effect of Pineapple protease on the characteristics of protein fibers. Fibers and Polymers, v. 7, 180-185, 2006.

LEHNINGER, A. L.; NELSON, D. L.; COX, M. M. Princípios de Bioquímica. São Paulo: Sarvier, 1995.

MATOS, A. P. de; SOUZA, L. F. da S.; SANCHES, N. F.; ELIAS JR., J.; TEIXEIRA, F. A. Integrated pineapple production in Brazil: an R&D project. Pineapple News, n.13, p. 16-17, 2006.

MENDES, B. A. B. Obtenção, caracterização e aplicação de farinha das cascas de abacaxi e de manga. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Alimentos), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Itapetinga, 2013.

NASCIMENTO, W. C. A.; MARTINS, M. L. L. Studies on the stability of protease from Bacillus sp. and its compatibility with commercial detergent. Brazilian Journal of Microbiology [online]. n. 3, vol. 37, p. 307-311, 2006.

PANDEY, A.; SOCCOL, C. R.; LARROCHE, C. Current Developments in Solid State Fermentation. Asian tech Publishers, New Delhi, p. 517, 2007.

ROWAN, A. D.; BUTTLE, D. J.; BARRETT, A. J. The cysteine proteinases of the pineapple plant. Biochem J, v. 266, n. 3, p. 869-75, 1990.

SAID, S.; PIETRO, R. Enzimas de interesse industrial e biotecnológico. Rio de. Janeiro: Editora Eventos, 2002.

SÁ-PEREIRA, P.; DUARTE, J. C.; FERREIRA, M. A.; LACERDA, P. S. B.; ALVES, F. C. Biocatálise: estratégias de inovação e criação de mercados. In: BOM, E. P. S.; FERREIRA, M. A.; CORVO, M. L. Enzimas em biotecnologia: produção, aplicações e mercado. Rio de Janeiro: Interciência, 2008. p. 433-462.

SOUSA, B.A.A. Funcionalidade dos extratos fenólicos obtidos pelo cultivo semi-sólido de resíduos de abacaxi (Ananas comosus L.) e goiaba (Psidium guajava L.). 120 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Centro de Tecnologia do Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.

VERMELHO, A. B.; MELO, A. C. N.; SÁ, M. H. B.; SANTOS, A. L. S.; D’AVILA-LEVY, C. M.; BOM, P. S. Enzimas proteolíticas: Aplicações biotecnológicas. In: BOM, E. P. S.; FERREIRA, M. A.; CORVO, M. L. Enzimas em biotecnologia: produção, aplicações e mercado. Rio de Janeiro: Interciência, 2008. p. 273-287.

VIEIRA, P. A. F.; QUEIROZ, J. H.; VIEIRA, B. C.; MENDES, F. Q.; BARBOSA. A. A.; MULLER, E. S.; SANT’ANA, R. C. O.; MORAES, G. H. K. Caracterização química do resíduo do processamento agroindustrial da manga (Mangifera Indica L.) Var. Ubá. Alimentos e Nutrição. v. 20, n. 4, p.617-623. 2009.

VISHWANATHA, K. S.; RAO, A. G. A.; SINGH, S. A. Acid protease production by solid-state fermentation using Aspergillus oryzae MTCC 5341: optimization of process parameters. Journal of Industrial Microbiology and Biotechnology, Heidelberg, v. 37, p. 129-138, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

   GoogleScholar         BASE - Bielefeld Academich Search Engine