Notas etnográficas acerca da peregrinação ao Morro da Gamela – ES: um olhar a partir da Geografia Cultural

Maicon Lemos Sathler

Resumo


O presente estudo objetivou discutir o perfil dos peregrinos e sua correlação com as dinâmicas dos processos nas práticas das manifestações religiosas no Parque Municipal Morro da Gamela, transfigurado em um simulacro denominado Monte Horebe, em Vitória, diagnosticando a noção das experiências religiosas quanto à manifestação do sagrado por meio de sua peregrinação. Utilizaram-se instrumentos metodológicos como revisão bibliográfica, entrevista semiestruturada e questionário socioeconômico e étnico-cultural. Ao se analisarem os dados compilados, observou-se um perfil diferenciado, sobretudo por se tratar de um lugar sagrado de terreno acidentado e íngreme que não impede a visita de peregrinos de faixas etárias mais avançadas. Além disso, é possível constatar em número expressivo a participação de mulheres em relação ao número de homens, contudo, o presente estudo se mostrou insuficiente para demonstrar os aspectos do sagrado e da hierofania em si, fazendo-se necessário traçar novos panoramas.

Palavras-chave


Espaço sagrado. Hierofania. Paisagem. Peregrinação. Fé.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, E. P. Cavernas como espaços sagrados. In: RASTEIRO, M. A.; MORATO, L. (org.). CONGRESSO BRASILEIRO DE ESPELEOLOGIA, 32., 2013, Barreiras. Anais [...]. Campinas: SBE, 2013. p. 157-165. Disponível em: http://www.cavernas.org.br/anais32cbe/32cbe_157-165.pdf. Acesso em: 18 maio 2020.

CARVALHO, José Rodrigues de. Território da religiosidade: fé, mobilidade e símbolos na construção do espaço sagrado da Romaria do Senhor do Bonfim em Araguacema, Tocantins. 2014. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Departamento de Pós-Graduação em Geografia, Universidade de Goiás, Goiânia, 2014

CONCEIÇÃO NETO, B.; LUDKA, V. M. Análise e Reflexões a partir do espaço sagrado construído por meio da gruta do Monge João Maria em Ventania - PR: um relato de experiência de campo. Geographia Opportuno Tempore, Londrina, v. 2, n. 2, Edição Especial, p. 42-54, 2016.

ELIADE, Mircea. O sagrado e o Profano. São Paulo: Martins Fontes, 2013.

GIL FILHO, Sylvio Fausto; PEREIRA, Clevisson Júnior. Geografia da Religião e Espaço Sagrado: diferenças entre as noções de lócus material e conformação simbólica. Revista Eletrônica Ateliê Geográfico, Goiânia, n. 1, v. 6, abr./2012, p 35-50. Disponível em: http://www.revistas.ufg.br/index/atelie/article/view/18760. Acesso em: 2 ago. 2019.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. 18. ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

OTTO, Rudolf. O sagrado. Lisboa: Edições 70, 1992.

ROLIM CARTAXO, F. O que é Pentecostalismo. São Paulo: Editora Brasilense, 1987.

ROSENDAHL, Z. Espaço e Religião: uma abordagem geográfica. Rio de Janeiro: EdUERJ/NEPEC, 2002.

ROSENDAHL, Z. Os caminhos da construção teórica: ratificando e exemplificando as

relações entre espaço e religião. In: ROSENDAHL, Z.; CORRÊA, R. L. Espaço e Cultura: pluralidade temática. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2008. p. 47-78.

ROSENDAHL, Z. Região cultural: um tema fundamental. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (org.). Espaço e cultura: pluralidade temática. Rio de Janeiro: EdUERJ, p. 11-43.

ROSENDAHL, Z. Hierópolis: o sagrado e o urbano. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2009.

ROSENDAHL, Z. Território e Territorialidade: uma perspectiva geográfica para o estudo da religião. In: CONGRESSO DE GEÓGRAFOS DA AMÉRICA LATINA, 10., 2005, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: EdUERJ 2005. p. 12928 - 12942.

ROSENDAHL, Z. Trilhas do Sagrado. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2010.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço, Técnica e tempo: razão e emoção. 4. ed. São Paulo: EDUSP, 2012.

SIQUEIRA, João Paulo. Território e Territorialidades no espaço turístico do Círio de Nazaré no município de Vigia -PA. In: Christian Dennys Monteiro de Oliveira, Tiago Vieira Cavalcante. (Org.). Geoeducação em Espaços Simbólicos. 1.ed. Curitiba: CRV, 2019, v. 1, p. 18-357.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

TUAN, Yi-Fu. Topoflia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: DIFEL,1980.




DOI: http://dx.doi.org/10.47236/2594-7036.2021.v5.i2.147-155p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts Latindex – Interciencia PortuguêsSubmissões


Utilizamos o seguinte software de detectação de similaridade:

Crossref Similarity Check