Análise do novo portal do IFSC com relação à acessibilidade para pessoas com deficiência visual

Karoline Gonçalves Nazário, Giselle Floriano Coelho

Resumo


Esta pesquisa propõe uma análise do novo site do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) na perspectiva da acessibilidade para pessoas com deficiência visual, bem como do cumprimento do papel do gestor público no atendimento das diretrizes legais e normativas. Tendo como referência o Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (eMAG) e com o auxílio do programa ASES (Avaliador e Simulador de Acessibilidade em Sítios), uma ferramenta on-line de avaliação de acessibilidade de sites do Governo Federal, apresenta uma avaliação sobre o nível de acessibilidade de três páginas do portal do IFSC, indicando os pontos que necessitam de ajustes. Por fim, verifica-se que as recomendações para um site compreensível aos usuários elencados que utilizam tecnologias assistivas estão sendo parcialmente atendidas pelo IFSC.

Palavras-chave:Acessibilidade na Web. Deficiência visual. Gestão Pública. Site institucional. Tecnologia Assistiva.


Texto completo:

PDF

Referências


ACESSIBILIDADE. Dicionário on-line Priberam, 2018. Disponível

em: https://www.priberam.pt/dlpo/acessibilidade. Acesso em: 18 mar. 2018.

ARENHARDT, D. L. et al.. Acessibilidade digital: uma análise em portais de Instituições Federais de Educação do Brasil. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, v. 25, n. 33, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14507/epaa.25.2639. Acesso em: 3 out. 2018.

ARNAUT, France Ferreira de Souza. Acessibilidade Web em Sítios da Rede Federal de Educação: uma avaliação dos Institutos Federais. Salvador, 2017. Disponível em: http://www.cdi.uneb.br/site/wp-content/uploads/2018/03/Dissertacao_Mestrado_Gestec_France.pdf. Acesso em: 18 mar. 2018.

BRASIL. Avaliador e Simulador de Acessibilidade em Sítios (ASES). Brasília. Disponível em: http://asesweb.governoeletronico.gov.br/ases/avaliar. Acesso em: 18 mar. 2018.

BRASIL. Lei n.º 13.146, de 6 de julho de 2015. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Brasília, DF. Disponível

em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em:

mar. 2018.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Logística e

Tecnologia da Informação. eMAG Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico.

Brasília, 2014. Disponível em: http://emag.governoeletronico.gov.br/. Acesso em: 18 mar.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. Indicadores e métricas para avaliação de e-Serviços. Brasília: MP, 2007. Disponível em: https://www.governodigital.gov.br/documentos-e-arquivos/Indicadores%20e%20Metricas%20para%20a%20Avaliacao%20de%20e-Servicos.pdf. Acesso em: 17 nov. 2018.

DA SILVA, Lucas T; DA SILVA, Karina N; GROENWALD, Claudia L. O.. A utilização de dispositivos móveis na educação matemática. Educação Matemática em Revista. Brasília, ano 23, n. 57, p. 59-76, jan/mar. 2018.

ENAP. Escola Nacional de Administração Pública. eMAG Conteudista. Brasília, 2016. Disponível em: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/2895. Acesso em: 25 jul. 2018.

FERREIRA, Simone B. L. et al. Tornando os Requisitos de Usabilidade mais Aderentes

às Diretrizes de Acessibilidade. IHC 2008 - VIII Simpósio Brasileiro sobre Fatores

Humanos em Sistemas Computacionais, Campinas, SP, 2009. Disponível

em: www.inf.unioeste.br/~jorge/ARTIGOS.../resultados_workshop_uai.pdf>. Acesso em: 18

mar. 2018.

GAZOLA, André. Utilizando meta tags, 2006.

Disponível em:. Acesso em: 02 out. 2018.

HTML PROGRESSIVO. Disponível

em:. Acesso em: 02 out. 2018.

INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA. Anuário Estatístico IFSC/PROEN 2017. Disponível

em:. Acesso em 18 mar.

LAWSON, Bruce; SHARP, Remy. Introdução ao HTML5. Rio de Janeiro: Alta Books, 2011.

LLOYD, Ian. Accessible HTML/XHTML forms, 2006. Disponível

em:. Acesso em 02 out. 2018.

MARMELEIRA, José F. F. et al. Barreiras para a prática de atividade física em pessoas com deficiência visual. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, vol.40 nº.2. Porto Alegre, Abr/Jun 2018. Disponível em: . Acesso em: 27 ago. 2018.

MELO, C. Amanda. et al. Usabilidade, Acessibilidade e Inteligibilidade Aplicadas em

Interfaces para Analfabetos, Idosos e Pessoas com Deficiência. IHC 2008 - VIII Simpósio

Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais, Campinas, SP, 2009.

Disponível em: .

Acesso em: 18 mar. 2018.

MICROSOFT, Encapsular o campo, 2018. Disponível em: . Acesso em 06 nov. 2018.

OLIVEIRA, Gislaine Ferreira e DINARTE, Priscila Valduga. A ACESSIBILIDADE NOS

SITES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: a potencialização do acesso e a efetivação do exercício dos direitos fundamentais dos cidadãos. XXII Encontro Nacional do COPEDI/UNICURITIBA, 2013, Curitiba. Disponível em:. Acesso em 06 nov. 2018.

PAGANI, Talita. Acessibilidade em projetos digitais é responsabilidade de todos. In: LINK, 1°ed 2018, São Paulo. Hand Talk: 2018. Disponível em: < https://www.youtube.com/channel/UCo23Sp0x21pezEBleh5-KYg>. Acesso em: 8 ago. 2018.

PDI, Plano de Desenvolvimento Institucional 2015-2019. Disponível em: < http://www.ifsc.edu.br/pdi>. Acesso em: 27 nov. 2018.

PDTIC, Plano Diretor de Tecnologia da Informação. Disponível em: < http://www.ifsc.edu.br/documents/23567/0/consup_resolucao03_2018_completa_pdtic.pdf/a054b0e1-67b2-b1ea-bbba-32e53c0c0d8a>. Acesso em: 27 nov. 2018.

PETIC, Plano Estratégico de TIC. Disponível em: < http://www.ifsc.edu.br/documents/23567/0/consup_resolucao02_2018_petic.pdf/1ba785cc-f463-2f94-8d37-e99847719402>. Acesso em: 27 nov. 2018.

RODRIGUES, Mayara. B; BECHER, Andersown. Acessibilidade e Usabilidade na Web.

Disponível em: . Acesso em 19 mar. 2018.

SÁ, Elizabet Dias de. et al. Atendimento educacional especializado do aluno com deficiência visual. São Paulo: Moderna, 2010.

SARTORETTO. L, Maria; BERSCH, Rita. Assistiva: Tecnologia e Educação. 2017. Disponível em:. Acesso em 19 mar. 2018.

SILVEIRA, Daniel da Silva; LAURINO, Débora Pereira; NOVELLO, Tanise Paula. Experiências do ensinar e do aprender matemática ao operar as tecnologias digitais na educação superior. Revemat: Revista Eletrônica de Educação Matemática, Florianópolis, v. 12, n. 2, p. 67 - 81, abr. 2018. ISSN 1981-1322. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2018.

SILVA, Maurício Samy. HTML5: a linguagem de marcação que revolucionou a web. São Paulo: Novatec, 2011.

SPELTA, Lêda; SOARES, Horácio. Análise de Acessibilidade dos Sites Oficiais dos Três

Principais Candidatos à Presidência do Brasil. 2010. Disponível

em:. Acesso em 19 mar. 2018.

TORRES, Bruno. Acessibilidade não é altruísmo. 2006. Disponível

em:. Acesso em 18 mar. 2018.

WPT, Web Para Todos, Os benefícios de um site acessível, 2018. Disponível em:< http://mwpt.com.br/acessibilidade-digital/beneficios/>. Acesso em 22 nov. 2018.

VALENTE, José Armando. O computador na sociedade do conhecimento. 1999. Disponível em:. Acesso em 20 abr. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

   GoogleScholar         BASE - Bielefeld Academich Search Engine