O desafio dos líderes em organizações públicas: um estudo de caso na Prefeitura Municipal de Belo Horizonte/MG

Stephanie Moreira de Oliveira, Pablo Luiz Martins, Jéssica Tito Vieira, Raissa Nikele Batista

Resumo


Este trabalho tem como objetivo geral examinar e apresentar de que forma, na administração pública, as atitudes do líder podem refletir de forma positiva ou negativa sobre o procedimento dos seus liderados em termos de probidade, empenho e motivação. Para tanto, analisamos um grupo específico, a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte/MG, com o intuito de identificar como uma organização depende de sua capacidade de estimular seus colaboradores e como os processos de avaliação de desempenho estabelecem um regime de metas, buscando-se assim, respostas para os objetivos apresentados. Explanou-se sobre conceitos e evolução da administração pública e seus princípios, recursos humanos, gestão de pessoas, regime de metas, avaliação de desempenho e ética na administração pública. Com a finalidade de alcançar os escopos do estudo, a metodologia foi exploratória. Primeiramente, foram levantados dados através de uma pesquisa bibliográfica, seguida de pesquisa de campo que envolveu a coleta de dados por meio de questionários de forma quali-quantitativa que abordou e identificou como o comportamento e a forma de dirigir a equipe podem motivar o grupo positiva ou negativamente. As análises dos resultados foram apresentadas em gráficos e apontam que na administração pública as ações do líder podem causar impacto sobre o procedimento dos seus subordinados em termos de probidade, empenho, motivação e ética. Concluindo, constatou-se que a relação entre líder e liderados nesse grupo de estudo se baseia no respeito e na confiança, e que nessa interação o líder exerce vários papéis objetivando unir o grupo, organizar os trabalhos, informar e negociar. Para que as conexões entre os procedimentos da empresa e os de liderança fiquem claras, é imprescindível que o líder agregue o desempenho de todos esses papéis para que obtenha sucesso em suas atividades. E que os resultados deste trabalho possam servir de estudo para estudos em grupos maiores, afim de serem confirmados ou não.


Palavras-chave


Administração pública. Líder. Motivação.

Texto completo:

PDF

Referências


BARNEY, J. B.; HESTERLY, W. S. Administração Estratégica e Vantagem Competitiva. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2017.

BARRETT, Richard. Libertando a alma da empresa: como transformar a organização numa entidade viva.10 ed. São Paulo: Cultrix Ltda, 2006.

BOWMAN, James S. The success of failure: the paradox of performance pay. Review of Public Personnel Administration, v. 30, n. 1, p. 70-88, 2018.

CRUZ, L. M. M. S. Responsabilidade social: visão e intermediação da mídia na redefinição do público e do privado. 2006. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura) – Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro: 2006.

DAVEL, Eduardo; VERGARA, Sylvia Constant. Gestão com pessoas e subjetividade. São Paulo: Atlas, 2001.

DAVENPORT, T.; PRUSAK, L. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. Rio de Janeiro: Campus, 2015.

DAVIS, Keith; NEWSTROM, John W. Comportamento humano no trabalho. São Paulo: Pioneira, 1992.

GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 2019.

GIL, Antônio Carlos. Gestão de Pessoas: enfoque nos papéis profissionais. 1 ed. São Paulo: Atlas S.A, 2009.

KOTTER, J. P. Liderando mudança. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

HERSEY; BLANCHARD. Psicologia para administradores: a teoria e as técnicas da liderança situacional. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária Ltda, 2016.

JORDÃO, Sonia. A Arte de Liderar: vivenciando mudanças num mundo globalizado. Belo Horizonte: Tecer Liderança, 2015.

KANAANE, Roberto. Comportamento humano nas organizações: o homem rumo ao século XXI. São Paulo: Atlas, 1999.

LISBOA, Lázaro Plácido. Ética Geral e Profissional em Contabilidade. São Paulo: Atlas, 1997.

MARQUES, Wagner Luiz. Ciências empresariais. Paraná: Gráfica e Editora Bacon Ltda, 2016.

MAXIMIANO, Antônio Cesar Amaru. Introdução à Administração. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

PONTES, B. R. Administração de Cargos e Salários. São Paulo: Ltr, 2016.

STIGAR, R. A importância das disciplinas de Teorias da Administração, Relações Interpessoais, Tecnologia e Desenvolvimento Humano e Analise Econômica Social para a formação do gestor em Recursos Humanos. Disponível em: http://www.artigos.com/artigos/sociais/administracao/treinamento/aimportancia-das-disciplinas-de-teorias-da-administracao,-relacoes-interpessoais,-tecnologia-e-desenvolvimento-humano-e-analise-economica-social-para-a-formacaodo-gestor-em-recursos-humanos-26839/artigo/#.UmVmVfk3sbA. Acesso em: 12 nov. 2019.

VAN MAANEN, J. Qualitative Methodology. Beverly Hills: Sage Publications, 1983.

WOOD JR, T. Remuneração estratégica: a nova vantagem competitiva. São Paulo: Atlas, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts