Percepção dos idosos sobre infecções sexualmente transmissíveis

Diego de Sousa Pontes, Dayane Aires Vieira, Polyana de Jesus, Mikael Henrique de Jesus Batista

Resumo


A população mundial tem evidenciado a mudança gradativa quanto ao crescimento dos números de idosos, e em vista disso têm-se notado também diversas modificações em relação aos aspectos comportamentais relacionados especialmente à sexualidade dos idosos. Diante de tal panorama, faz-se necessário que haja uma melhor compressão acerca do processo de envelhecimento e suas relações com a vida sexual ativa dessa população. O estudo objetivou avaliar o nível de conhecimento que os idosos têm em relação a infecções sexualmente transmissíveis. Trata-se de um estudo descritivo populacional com método quantitativo-exploratório envolvendo 80 idosos de ambos os sexos, que frequentam o Centro de Convivência do Bairro São João, em Araguaína - TO. Para a coleta dos dados, foi utilizado um formulário abrangendo as características sociodemográficas e os conhecimentos gerais acerca dessas infecções e suas formas de prevenção. Os resultados encontrados mostraram que grande parte dos entrevistados possui conhecimento acerca da temática; todavia, no tocante ao uso dos preservativos, a maioria ressaltou não utilizar, estando, portanto, esta população sujeita aos riscos de contaminação. Desse modo, a pesquisa demonstrou a necessidade de serem implementados mais programas educativos voltados para essa faixa etária na rede de saúde pública.

Palavras-chave


Educação em Saúde. ISTs/HIV. Saúde do idoso.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, I. A. et al. Agente comunitário de saúde; educação continuada; equipe de saúde; saúde do idoso. Sinapse Múltipla, v. 7. n. 2, 2018. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/sinapsemultipla. Acesso em: 25 de mar. 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Ciência e Tecnologia. Diretrizes metodológicas: diretriz de avaliação econômica. 2. ed. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2014.

BRASIL. Presidência da República Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei nº 8.842, de 4 de janeiro de 1994. Dispõe sobre a política nacional do idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8842.htm. Acesso em: 12 de abr. 2019.

GIL, A. C.. Como elaborar projetos de pesquisa. 5.ed. São Paulo: Atlas, 2010..

IBGE (Instituto Brasileira de Geografia e Estatística). Pesquisa nacional por amostra de domicílios: síntese de indicadores 2015. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualização/livros/liv98887.pdf. Acesso em: 08 de abr. 2019.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A.. Fundamento de metodologia científica. 6 ed. 7. reimp. São Paulo: Atlas, 2009.

MENDES, E. Notoya et al. Atenção interdisciplinar à saúde do idoso: construindo conhecimentos sobre envelhecimento saudável. Revista Conhecimento Online, Novo Hamburgo, v. 1, apr. 2014. ISSN 2176-8501. Disponível em: http://periodicos.feevale.br/seer/index.php/revistaconhecimentoonline/article/vie w/205. Acesso em: 18 abr. 2018.

MINAYO, M.C. de S. Fase de trabalho de campo. In: O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: HUCITEC; /Rio de Janeiro: ABRASCO, 2007, p. 105-196.

MOREIRA, M.J.G.; PINHEIRA, V. Os planos gerontológicos como instrumentos de apoio a políticas locais de envelhecimento. O caso de Idanhaa-Nova. vol. 5, n. 10. p. 17-20, 2015.

NETO F. A. D. Sexualidade na terceira idade: compreensão e percepção do idoso, família e sociedade. Rev Univ. Vale Rio Verde, 2014. Disponível em: http://revistas. unincor.br/index.php/revistaunincor/article/view/1385. Acesso: 13 de jun. 2019.

OLIVEIRA, M. et. al. Anos potenciais de vida perdidos pela síndrome da imunodeficiência adquirida: um estudo de mortalidade por causas múltiplas. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Medicina) - Departamento de Medicina, Universidade Federal de Sergipe, Aracaju - SE, 2018.

PEREIRA E. M.; BONINI J. S. Envelhecimento e suas implicações para a área de saúde. In: BORBA K.P.; ROSSO E. Refletindo sobre a vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e a AIDS em idosos. 1.. ed. Guarapuava: Unicentro, 2014., p. 227-233. Disponível em: https://www.portaldoenvelhecimento.com.br/envelhecimento-idoso-velhice-outerceira-idade/. Acesso em: 15 abr. 2019.

QUEIROZ M. A. C. Representações sociais da sexualidade entre idosos. Rev Bras Enfermafem, 2015. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ reben/v68n4/0034-7167-reben-68-04-0662.pdf. Acesso: 13 jun. 2019.

SILVA, E. N. da et. al. Estudos de avaliação econômica de tecnologias em saúde: roteiro para análise crítica. Rev. Panam Salud Publica, 2014. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/ssm/content/raw/resource_ssm_path=/media/assets/rpsp/v35n3/a09v35n3.pdf. Acesso em: 10 jan. 2019.

SILVA, S. P. C. et al. Discutindo sexualidade/ist no contexto escolar: práticas de Professores de escolas públicas. Revista de Enfermagem UFPE on line. v.10, n.5, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/11176/12715. Acesso em: 9 jun. 2019.

WHO (World Health Organization). Sexually transmitted infections (STIs). Genebra, 2015. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/sexually-transmitted-infections-(stis). Acesso em: 8 ago. 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.47236/2594-7036.2021.v5.i1.44-55p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts Latindex – Interciencia PortuguêsSubmissões


Utilizamos o seguinte software de detectação de similaridade:

Crossref Similarity Check