Proteção dos dados pessoais: impactos da Nova Lei Geral de Proteção de Dados no Instituto Federal do Tocantins

Wilmar Borges Leal Junior, Suzane Aparecida Cordeiro, Alexis Vinicius de Aquino Leal

Resumo


A coleta de dados pessoais por meios digitais tornou-se comum. É quase impossível acessar algum sistema sem antes realizar um cadastro, seja no setor privado ou no público. O presente trabalho tem como tema central a gestão dos dados pessoais no poder público frente à Nova Lei Geral de Proteção de dados – LGPD. A escolha do tema surgiu da necessidade de mapear, compreender e conhecer a importância da adequação da nova lei no setor público. Este trabalho tem por objetivo avaliar a LGPD sob a ótica do direito e da tecnologia da informação, examinando os sistemas web utilizados no Instituto Federal do Tocantins – IFTO. Além disso, demonstrou-se o potencial de efetividade da Lei no âmbito institucional e a exemplificação de hipóteses de transgressão da Lei e suas consequências jurídicas. A pesquisa baseia-se em um estudo bibliográfico e na revisão da literatura para identificar as produções acadêmicas a respeito do tema ligadas ao setor público, na área de ensino, com a realização de revisões bibliográficas, compreendendo assim a dimensão da discussão acerca do tema. Muitos desafios irão surgir ao longo da adequação do fato à norma. Empresas publicam e manipulam diariamente dados e registros. Contudo, os primeiros passos para a efetiva proteção se mostram perceptíveis à medida que as instituições públicas e privadas buscam o melhor entendimento da Lei, aplicando-a em seu ambiente corporativo, uma vez que, tendo em vista a vigência da norma, a atuação para conformidade deve ser imediata.


Palavras-chave


Dados sensíveis. LGPD. Poder Público. Proteção de dados.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, V. A transformação digital no governo e órgãos públicos. Disponível em: https://transformacaodigital.com/setor-publico/transformacao-digital-no-governo-e-orgaos-publicos. Acesso em: 23 abr. 2020.

BRASIL. Lei no 12.527, de 18 de novembro de 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12527.htm. Acesso em: 28 abr. 2017.

BRASIL. Lei no 13.709, de 14 de agosto de 2018. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13709.htm. Acesso em: 23 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Plataforma Nilo Peçanha. Disponível em: https://public.tableau.com/views/PNP2019V_II/Capa?:embed=y&:showVizHome=no. Acesso em: 26 abr. 2020.

BRASIL. Instituto Federal do Tocantins. Sistemas Acadêmicos Administrativos. Disponível em: http://www.ifto.edu.br/acesso-a-sistemas/acesso-sistemas. Acesso em: 26 abr. 2020.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Representação brasileira no parlamento do Mercosul. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-mistas/cpcms/siglas/siglario2/s/SERPRO.html. Acesso em: 25 abr. 2020.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

IBGE. Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal. Brasil: IBGE, 2018. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101631_informativo.pdf. Acesso em: 23 abr. 2020.

KANT, I. Fundamentação da metafísica dos costumes e outros escritos. Tradução: Leopoldo Holzbach. São Paulo: Martin Claret, 2011.

KORKMAZ, M. R. D. C. R. Dados sensíveis na Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais: mecanismos de tutela para o livre desenvolvimento da personalidade. Juiz de Fora/MG: Fundação Getúlio Vargas, 2019.

MONTESQUIEU. Do espírito das leis. Tradução: Jean Melville. São Paulo: Martin Claret, 2009.

NEGROPONTE, N. A vida digital. Tradução: Sérgio Tellaroli. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.

NUNES, M. G. Jurimetria: como a estatística pode reinventar o Direito. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2016. v. 2.

REALE, M. Filosofia do direito. São Paulo: Editora Saraiva, 1999.

ROUSSEAU, J. J. O contrato social. Porto Alegre: LP&M Pocket, 2007.

SALVADOR, Â. D. Métodos e técnicas de pesquisa bibliográfica, elaboração e relatório de estudos científicos. 9. ed. Porto Alegre: Sulina, 1981.

SERASA. LGPD e a definição de dados pessoais - Serasa Experian. Disponível em: https://www.serasaexperian.com.br/blog/lgpd-e-a-definicao-de-dados-pessoais. Acesso em: 23 abr. 2020.

SERPRO. Glossário LGPD. Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. Disponível em: https://www.serpro.gov.br/lgpd/menu/a-lgpd/glossario-lgpd. Acesso em: 23 abr. 2020.

SOUZA, T. P. V. de. A proteção de dados pessoais como direito fundamental e a (in)civilidade do uso de cookies. Uberlândia/MG: Universidade Federal de Uberlândia, 2018.

UNIÃO EUROPEIA. General Data Protection Regulation. Disponível em: https://gdpr.algolia.com/pt/gdpr-article-37. Acesso em: 26 abr. 2020.

ZOTERO.ORG. Zotero. Your personal research assistant. [s.l: s.n.].




DOI: http://dx.doi.org/10.47236/2594-7036.2022.v6.i4.16-30p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Atribuição 

CC BY

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. 

Contato:
Revista Sítio Novo
Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Editora-Chefe
Instituto Federal do Tocantins - Reitoria
Avenida Joaquim Teotônio Segurado, Quadra 202 sul, ACSU-SE 20, Conjunto 01, Lote 08 - Plano Diretor Sul
Palmas, Tocantins - Brasil
Cep: 77.020-450
Telefone: 63 3229-2214

e-ISSN: 2594-7036

 

Bases de Dados, Diretórios, Repositórios e/ou Indexadores

 GoogleScholar  BASE - Bielefeld Academich Search EngineResultado de imagem para logo cabi abstracts Latindex – Interciencia PortuguêsSubmissões


Utilizamos o seguinte software de detectação de similaridade:

Crossref Similarity Check